Faz tempo que tenho vontade de escrever sobre este passeio que fizemos em Boston, quando estivemos por lá em setembro/outubro de 2018. Na época o Rodrigo tinha 4 anos e 2 meses e o Gui 1 ano e 9 meses, eles curtiram muito toda viagem, ficamos alguns dias em Boston (post) (video) e ainda fizemos uma roadtrip por New England (post), curtindo paisagens incríveis no auge da fall foliage, com suas cores outonais, e cidades lindas cheias de passeios interessantes, tanto para eles quanto para nós.

Andamos muito bem de metrô em Boston, além de fácil, a equipe que trabalha nas estações é muito educada e preparada para ajudar, assim como encontramos facilmente elevadores em todas estações. Nestes dias que passamos em Boston, acabamos andando muito a pé, pois a cidade é muito gostosa de caminhar, e bem tranquila para fazer isso empurrando um carrinho duplo de criança. Para ir ao MOS (Museum of Science) pegamos a linha verde até a Science Park Station, a saída do metrô já tem um elevador que nos deixa bem próximo a entrada do museu.

Science Museum – entrada

Informações básicas

Os horários de funcionamento do MOS são de :

  • Sábados à Quintas das 9 às 17hrs
  • Sextas das 9 às 21 hrs

Preço da entrada, estes valores são na hora, nós utilizamos passes para os ingressos, neste post explico tudo sobre os passes de entrada e transporte de Boston.

  • Adultos $29
  • Crianças, entre 3 e 11 anos $24
  • Acima de 60 anos $25

No site do Museu tem diversas informações, assim como o mapa das exposições, para acessar o link está aqui. Deixo o link do nosso video de lá.

A acessibilidade é muito boa no museu, encontramos facilmente elevadores, então podem levar carrinhos e utilizar dentro do museu sem problemas, assim como bebedouros para encher garrafinhas de água estão espalhados por diversas áreas do Museu.

Dentro do museu tem um restaurante bem completo com opção de comidas quentes feitas na hora, assim como diversos tipos de lanches, como sanduíches, saladas e iogurtes. O restaurante pode ser acessado sem entrar no Museu, , fica à esquerda na entrada do Museu, onde encontramos também a lojinha do museu. Vale a pena visitar o restaurante, pois a vista que temos dele é lindíssma, de frente para o Charles Rivers, onde vemos podemos ver Boston e Cambridge.

Corredor que dá acesso ao Imax, Lojinha e Restaurante
Restaurante Grill
Opções de lanches prontos
E essa vista?
Linda demais essa vista

Em frente ao restaurante, tem a lojinha do Museu, e por ali que acessamos os cinemas IMAX, que são incríveis, assistimos um do Panda e o Rodrigo amou (o Gui dormiu), mas a sala é redonda, e temos imagem projetadaem todo nosso redor, assim como o som circula pela sala. A entrada do cinema é à parte do ingresso do MOS, sendo $10 de for apenas no cinema e $6 se tiver comprado ingresso para o Museu.

Escolhendo nosso filme
os meninos ficaram hipnotizados pelas bolinhas, em frente ao Imax

Carimbo: Próxima às bilheterias, para quem entra no Museu, tem algumas máquinas, para que a gente possa carimbar a mão, assim se saímos para o restaurante, loja ou cinema, fica provado de que pagamos a entrada no Museu, podendo assim retornar a visita ao longo do dia. Por isso não se esqueça de carimbar a sua mão.

Não esqueça de carimbar

Para quem está com bebês e/ou crianças pequenas

Próximo a área do Imax, tem o Discovery Center, esse só pode ser acessado por quem pagou a entrada do museu (tem que ter a mão carimbada). Essa sala é para uso de crianças até 8 anos de idade, tendo espaço para os pequenos explorar diversas atividades. Utilizando objetos reais e ferramentas apropriadas para as idades, as crianças são convidadas a explorar o universo da história natural, matemática, ciências. Podem montar esquetelos utilizando fosseis e participar de algumas atividades com os monitores, tudo em um ambiente seguro e adequado os pequenos exploradores. Se tiver com crianças bem pequenas, não deixe de ir.

Discovery Center no MOS
Discovery Center no MOS
Discovery Center no MOS
Discovery Center no MOS
Discovery Center no MOS
Discovery Center no MOSDiscovery Center no MOS
Discovery Center no MOS
Discovery Center no MOS
Discovery Center no MOS

Sobre as exposições

Tem muitas coisas para ver no MOS, mas muitas mesmo, e por, a grande maioria ser interativa e muito interessante, gastamos bastante tempo em cada sala. Como neste dia ainda havíamos planejado um passeio para depois , chegamos super cedo, no horário que abriu, as 9, e saímos de lá as 15hrs e não vimos, nem perto, tudo. Tentamos escolher as que interessassem mais os meninos, e eles gostaram e interagiram bastante. Vou contar apenas sobre o que fizemos lá dentro, mas deixando bem claro, que ainda tinha bastante coisa para explorar.

Primeiro Andar

A entrada no Museu já nos presenteia com uma janelona e uma vista incrível do Charles Rivers, e junto, telões cheios de imagens e esculturas que se movimentam no mesmo ritmo das águas. Só ali os meninos ficaram encantados, à esquerda da entrada, na Green Wing tem uma exposição menor, e foi ali que iniciamos nossa visita ao MOS, o New England Habitats, onde encontramos as espécies animais e vegetais da região de New England, com diversas experiências interativas.

Entrada do Museum of Science de Boston
Entrada do Museum of Science de Boston
Entrada do Museum of Science de Boston
New England Habitats do Museum of Science de Boston
New England Habitats do Museum of Science de Boston

Deste andar foi apenas essa exposição que visitamos, fomos na parte do restaurante, Imax e Discovery Center, que ficam neste andar também, e já contei mais acima.

Segundo Andar

No segundo andar fizemos também a Green Wing superior, onde tem o Hall of Human Life, cheio de interações onde aprendemos e exploramos nosso próprio corpo. Espalhado por essa sala, podemos pegar uma pulseira vermelha, com código de barras, e em diversos pontos somos convidados a nos testar, basta escanear nosso código na máquina e realizar os testes escolhidos. Fizemos um sobre nosso tipo de pisada e ritmo de caminhada, mas tem diversos outros, sobre nossos sentidos e percepções, e depois podemos acessar todos esses dados no site do museu.

Hall of Human Life do Museum of Science de Boston
Hall of Human Life do Museum of Science de Boston
Hall of Human Life do Museum of Science de Boston
Observando abelhas no Hall of Human Life do Museum of Science de Boston

Ainda neste andar, exploramos a Blue Wing, mais a parte do Science in the Park, que ensina sobre diversas leis da física, utilizando “brinquedos” de um parquinho, os meninos se divertiram MUITO, foi uma das áreas preferidas deles. Ao lado desta seção tem a exposição Conserve@Home, onde dentro de uma réplica de uma cidade, podemos explorar sobre os gastos de energia necessários para o funcionamento das coisas.

Science in the Park no Museum of Science de Boston
Science in the Park no Museum of Science de Boston
Science in the Park no Museum of Science de Boston
Science in the Park no Museum of Science de Boston
Science in the Park no Museum of Science de Boston
Experimentando a gravidade no Museum of Science de Boston

Ao lado da Green Wing, tem um espaço para as exposições temporárias, vi no site da MOS que agora vai entrar uma sobre o corpo humano, quando estivemos lá tinha sobre o Espaço e foi incrível, ainda mais que o Rodrigo quer ser um astronauta quando crescer. Exploramos diversos objetos muito interessantes, além de muitas informações sobre a vida em uma nave espacial.

Exposição temporária sobre o Espaço no Museum of Science de Boston
Exposição temporária sobre o Espaço no Museum of Science de Boston
Exposição temporária sobre o Espaço no Museum of Science de Boston

Piso Inferior

Este é o menor andar do Museu, mas tem exposições bem interessantes, passamos pelo Live Animal Care Center, onde alguns animais que estão precisando de cuidados podem ser encontramos por lá. Porém o grande destaque deste andar são os dinossauros, com fósseis e replicadas destes gigantes, os meninos ficaram encantados.

Dinossauros no Museum of Science de Boston
Dinossauros no Museum of Science de Boston

Ainda neste andar tem uma homenagem ao pouso na lua, To the Moon, e podemos entrar na cabine do piloto de um ” Módulo Lunar” , como também assistir a chegada do homem na lua, sentados em um “Modulo de Comando Apollo”.

Infelizmente nosso tempo ficou corrido, e os meninos cansados, pois nessa sala e no restante do museu ainda havia muito a ser explorado, mas com certeza o que conseguimos fazer valeu muito a pena.

Museum of Science de Boston

Claro, eles ainda são pequenos para ter o total entendimento do que estavam fazendo, mas com certeza aproximar desde cedo a estes conhecimentos, faz com que no futuro eles não se sintam tão distantes deste universo. Visitar museus de ciências, em qualquer idade, e deixar as crianças explorar conhecimentos é um dos grandes presentes que podemos dar para eles. Este programa foi incrível com eles, para quem estiver em Boston, com ou sem crianças pode se programar para conhecer este lugar fantástico.

Valeu, bom passeio e até mais

Anúncios
Posted by:com as crianças na mala

Oi, sou a Camila. Tenho dois filhos, o Rodrigo e o Guilherme. Amamos viajar e levar as crianças junto "na mala".

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s